Blog
Vistos 'gold': investimento captado sobe 45% em janeiro para 48 milhões de euros
26 de Setembro de 2022
Postado por Meyer Soares

No primeiro mês do ano foram atribuídos 94 vistos 'gold', dos quais 75 em aquisições de bens imóveis e 19 por via do de transferência de capital.

O investimento captado através dos vistos ‘gold’ subiu 45% em janeiro, em termos homólogos, para 48 milhões de euros, o valor mais elevado no primeiro mês do ano desde 2019, de acordo com dados do SEF.

Em janeiro de 2021, o investimento captado através do programa de Autorização de Residência para Investimento (ARI) totalizou 33,1 milhões de euros. Em 2020, o montante foi de 45,4 milhões de euros e, em 2019, o valor ascendeu a 85,6 milhões de euros.

Face a dezembro último (42,1 milhões de euros), o investimento cresceu 14%.

No primeiro mês do ano foram atribuídos 94 vistos ‘gold’, dos quais 75 em aquisições de bens imóveis (40 para reabilitação urbana) e 19 por via do de transferência de capital.

O investimento em compra de bens imóveis totalizou em janeiro 38,7 milhões de euros, dos quais 14,3 milhões em reabilitação urbana, enquanto na transferência de capital o montante atingiu 9,2 milhões de euros.

No mês passado, foram atribuídos 19 vistos ‘dourados’ à China, 17 aos Estados Unidos, oito à Índia, sete à Rússia e seis ao Brasil.

Em janeiro, foram atribuídas 105 autorizações de residência a familiares reagrupados.

Desde que o programa de concessão de ARI foi lançado, em outubro de 2012, foram captados por via deste instrumento 6.147.874.500,99 euros. Deste montante, a maior parte corresponde a compra de bens imóveis, que totalizava até janeiro 5.545.982.427,40 euros, sendo que a aquisição para reabilitação urbana somava 376.804.564,85 euros.

O investimento resultante da transferência de capitais é de 601.892.073,59 euros.

Desde a criação deste instrumento, que visa a captação de investimento estrangeiro, foram atribuídos 10.348 ARI: dois em 2012, 494 em 2013, 1.526 em 2014, 766 em 2015, 1.414 em 2016, 1.351 em 2017, 1.409 em 2018, 1.245 em 2019, 1.182 em 2020, 865 em 2021 e 94 em 2022.

Em mais de nove anos foram atribuídos 9.660 vistos por via de compra de imóveis, dos quais 1.049 tendo em vista a reabilitação urbana.

Por requisito da transferência de capital, os vistos concedidos foram 668 e 20 por criação de postos de trabalho.

Desde o início do programa foram atribuídas 17.326 autorizações de residência a familiares reagrupados, das quais 105 em 2022.

Miraflores Office Center
Av. das Tulipas 6 - 11ºB | 1495-161 Algés | Lisboa
+351 214180092 | +351 926034474
© Copyright 2022 - Meyer Soares - Feito por 4Leads
menucross-circle